5 Trilhas para Curtir a dois no Vale do Capão

5 Trilhas para Curtir a dois no Vale do Capão

20/03

Descubra quais as trilhas que deve constar no seu itinerário para curtir a dois

Viajar sem duvida é um dos maiores prazeres dessa vida e quando a companhia é boa, ela se torna ainda melhor. Seja se o seu planejamento ao ir pro Vale do Capão foi a descanso ou aventura, o passeio que se encaixa com perfeição são as trilhas. 

Andar pela natureza a dentro, desbravar e conhecer o que há de mais belo e encantador,  como um belo pôr do sol, cachoeiras de tirar o fôlego e um incrível céu estrelado que foge de tudo que você costuma ver no dia a dia, torna sua viagem a dois uma experiência experiência inesquecível, quase que cinematográfica de um momento que será extremamente especial para ambas as partes. E a companhia ajuda né? 

Mas para que esse filme estrelado por vocês dois no Vale do Capão seja encenado da melhor maneira, o roteiro precisa ser bem escrito e nesse caso, bem escolhido. Então, papel e caneta na mão que vamos fazer um roteiro de tirar o fôlego pelas 5 trilhas para se curtir a dois. 

Cachoeira da Fumaça (por cima) e Cachoeira do Riachinho

A cachoeira da Fumaça é a mais alta da região e a segunda maior do Brasil. Possui esse nome por ser uma cachoeira muito alta ao qual a água não consegue tocar no chão, criando uma cortina de névoa que dança sob o ar. 

Para acesso ao inicio da trilha é preciso ir até o povoado de Caetê-Açu, município de Palmeiras. A subida é a parte mais complicada, pois possui cerca de 350 m de altura, sendo 1h de subida com declives, até chegar nos altiplanos conhecidos como Gerais da Fumaça. 
Lá de cima, é possível ver uma incrível paisagem que abrange o Morrão, a planície da Campina e o Vale do Capão. A vegetação preponderante durante a trilha é composto por cerrados e campos rupestres. O tempo médio para realizar o caminhado de 12 km é de 4 a 6 horas, ida e volta. 

Após tirar fotos incríveis sentados no topo das rochas para compartilhar com os amigos, está na hora de voltar, mas o passeio não acaba por aí. Na descida, sentido Vale do Capão, em poucos minutos será possível ter acesso a cachoeira do Riachinho, - taxa de R$ 6,00 para visitação - que possui 12 m  de altura, uma parada obrigatória para você e seu companheiro (a) se refrescarem e ainda aproveitarem para provar o famoso pastel de palmito de jaca do Capão. 

Mergulhar em suas águas escuras com direito a duchas de hidromassagem natural que hidratam a pele, será um delicioso e emocionante momento para relaxar. Agraciados por com uma paisagem de tirar o fôlego, onde é possível aproveitar o pôr do sol dentro das piscinas naturais, curtirem juntinhos e apreciarem a beleza de um incrível pôr do sol. 

Rodas e Rio Preto

Um percurso agradável, com duração de 3 horas ( ida e volta) e 4 Km de distância. Indo pelo Vale do Capão, entrando por uma antiga trilha de tropeiros, entre matas de arbustos, se tem acesso a cachoeira das Rodas.  

A cachoeira possui uma sequência deslumbrantes quedas d’águas, vista panorâmica de todo o local e pequenas piscinas, sendo um local incrível para assistir ao pôr do sol. 
 
Partindo para o Rio Preto, maior da região, vocês passarão por uma vegetação predominante de caatinga, cactos e plantas. A cachoeira tem 4 metros de descida de água, coloração avermelhada com quase 50 metros de extensão e piscinas naturais.

Sendo ambas cachoeiras ótimas para banho, será um incrível momento para você e o seu amor curtirem o silêncio e a companhia um do outro. 

Morrão e Águas Claras

Esse passeio é tido com um dos mais bonitos de toda a Chapada, possuindo aproximadamente 30 Km de trilha leve/moderada e 4 horas (ida e volta) de duração e fica localizado  em meio ao Gerais do Morrão.  Percorrendo um caminho com cerca 10 km até a ponta do Morrão, lá vocês irão realizar uma subida íngreme e intensa até chegar entre o pico do morro, que possui uma vegetação que lembra a savana africana. Ao chegar é possível observar o Vale do Capão, Vale do Ribeirão e Serra do Sobradinho ao sul.

Realizando a descida, ao pé do morrão está a cachoeira de águas claras, com águas cristalinas, sequência de três poços, águas geladas e refrescantes, sendo excelentes para vocês realizarem mergulhos. 

Se vocês gostam de pedalar é possível fazer essa trilha de bike, além de ser menos cansativo, vocês vão poder aproveitar a paisagem e o ventinho proporcionado. Sem falar da vista sensacional de tirar o folêgo que tornará sua visita completamente inesquecível. 

Angélicas e Purificação

Para ter acesso a essas incríveis cachoeiras, que só pelo nome já dá pra imaginar o quão revigorantes são, é preciso primeiro caminhar por uma trilha leve de 15 minutos até a Vila do Bomba, que fica a apenas 8 km do Vale do Capão. O percurso é todo por entre as margens dos rios com uma paisagem acompanhada de muito verde e árvores altas, será necessário atravessar as pedras as vezes durante o trajeto. 

Para acessar a cachoeira da Purificação primeiro é preciso passar por caminhos mais fechados, porém vale a pena o esforço para chegar. Dependendo da incidência do sol a água pode estar morna ou fria, - é mais provável que esteja fria -  porém a sensação de relaxamento será presente em ambas as situações, sem falar da maravilhosa queda de água. 

Descendo para a Angélica é preciso nadar um pouco por um corredor rochoso um tanto quanto estreito, mas a recompensa vale a pena. Com água de temperatura mais agradável, será delicioso aproveitar essa aventura a dois. 

Trilha Vale do Paty

Para encerrar o nosso roteiro a dois com chave de ouro, a Travessia do Guiné será o palco para esse gran finale. Será deslumbrante fazer a travessia do Guiné para o Capão, passando pelo Mirante do Paty, que em seus arredores conta com uma das paisagens mais belas de todo o país.

Lá é possível encontrar uma grande variedade de pássaros, répteis e mamíferos em seu habitat. Além disso, o território apresenta jardins naturais de vegetação rupestre e florestas que se expandem pelas encostas e morros. Durante o trajeto será delicioso se banhar no meio do Gerais dos Vieira.

Chegando no Capão pela descida do Bomba, um passeio de uns 25 km de  paisagens maravilhosas, se hospedando no Lagoa das Cores é possível desfrutar ao chegar de um revigorante banho de ofurô ou se tiver na suíte Lagoa Das Cores, uma hidromassagem.

Se preferir também , pode optar por fazer uma massagem pra depois ir jantar no nosso restaurante Arômata D'Lagoa e por fim duas opções: Dormir  com os anjos ou abrir um vinho e aproveitar o resto da noite com a agradável companhia do seu parceiro(a).