Conheça a Cachoeira da Fumaça e a Cachoeira do Riachinho

Conheça a Cachoeira da Fumaça e a Cachoeira do Riachinho

26/06
Quem visita a Chapada Diamantina encontra muitas possibilidades para explorar: cachoeiras e trilhas, grutas e morros, que se espalham pelo lugar. Há opções para todos os gostos e ritmos: radicais, contemplativos, devagar e para acelerar o coração.

Um excelente programa, para turista nenhum colocar defeito, é contemplar a vista da Cachoeira da Fumaça e banhar-se nas quedas d'água da Cachoeira do Riachinho. Saiba porque.

Cachoeira da Fumaça

Localizada no município de Palmeiras, a queda d'água - considerada a segunda maior cachoeira do Brasil e a quinta maior do mundo - é um dos principais atrativos do Vale do Capão, no Parque Nacional da Chapada Diamantina. Os seus 380 metros de queda, a velocidade, além da altitude de 1.490 m, fazem com que a água não chegue ao solo, pulverizando-se na descida, daí o nome de seu batismo. O fenômeno produz um espetáculo à parte, com a exibição de cores e formas que aparecem na cortina de água vaporizada.

Para chegar ao local, é preciso fazer uma caminhada de 2Km por uma subida íngreme e mais 4Km em terreno plano pelos Gerais, com saída do Capão. O esforço compensa a belíssima vista panorâmica do lugar.   

A realização deste passeio deve ser acompanhada do auxílio dos guias locais, a fim de garantir a segurança da aventura. 
 
Cachoeira do Riachinho

A vista desta cachoeira tem uma relação direta com a Cachoeira da Fumaça pela proximidade entre as duas. Depois da exploração, ela é a melhor opção nos arredores para se refrescar, já que, por cima, não há possibilidade de banhar-se nas águas da Cachoeira da Fumaça. 

Acesso fácil ao poço de água. Uma boa notícia para quem veio de uma longa caminhada pelos Gerais. Na Cachoeira do Riachinho não será necessário gastar mais energia para aproveitar o passeio. 

Excelente recompensa! É possível chegar bem perto do paredão e tomar banho debaixo da queda d'água. Além disso, dá para aproveitar o visual do Vale ao entardecer, momento em que a maioria dos turistas também estão no local. Um pôr do sol imperdível.

É cobrada uma taxa de R$ 6,00 para ter acesso ao local. O valor arrecadado é destinado à manutenção da infraestrutura, que dispõe de banheiros públicos. Não há necessidade de guia para esse destino.