Trilha da Villa Lagoa das Cores: Uma Experiência Inesquecível

Trilha da Villa Lagoa das Cores: Uma Experiência Inesquecível

20/04

Trilha da Villa Lagoa das Cores: Uma Experiência Inesquecível

Ir ao Capão e não fazer uma trilha está fora de cogitação. O lugar é cercado por tantas belezas que incitam o desejo de conhecer todos os cantos que o abrange. Contudo, não é preciso ir muito longe para percorrer uma trilha que te leva muito além de encontrar cachoeiras exuberantes, mas, ao autoconhecimento. 
 
Dentro da propriedade da pousada Villa Lagoa das Cores, encontra-se uma trilha de 1,5 km de extensão, idealizada para ser a busca em uma jornada espiritual completa. Cada canto foi extremamente pensado para oferecer a melhor experiência de autoconhecimento para os hóspedes. 
 
O caminho é todo guiado por placas que te fazem refletir a todo momento, te incentivando até o final a não desistir e a encontrar-se no meio daquela experiência transcendental. Explorar esse momento enriquecedor pode trazer à tona, sentimentos e emoções antes desconhecidas do seu interior.   

Mirante

O passeio tem como primeira parada o mirante. O percurso conta com uma caminhada leve e uma breve inclinação para chegar até o topo e muito silêncio, sendo possível apenas ouvir o som dos pássaros e do vento passando pelas folhas. 
 
Chegando lá, o melhor a fazer é sentar, e se deleitar com a maravilhosa vista holística de todo o Vale do Capão, capaz de fazer qualquer um perder o fôlego.
 
Aproveite a vista, tire fotos, guarde essas memórias de recordação, mas não esqueça do principal, viva o momento e aprecie a grandiosa beleza que a natureza lhe proporciona. 

Jardim de Meditação

Para se alcançar o autoconhecimento é preciso silenciar todas as vozes e ouvir somente a alma. 
 
Essa harmonia só é possível ser alcançada quando nos desligamos do mundo em volta e entramos em meditação profunda. 
 
Entrando por um curto caminho cercado de folhas, é possível se deparar com um pequeno jardim e uma grande árvore; Mais uma vez, sente, respire e sinta a presença dos Anjos. Eles estão ali, ao seu lado, aguardando o seu contato. Abra o balde na árvore e conecte-se com o Anjo da qualidade que você necessita. 
 
Observe o jardim, explore, respire fundo. 

Jardim das Runas

Umas das experiências mais profundas do trajeto é se deparar com o Oráculo das Runas. As Runas fazem parte da mitologia nórdica, onde o Deus Odin, castigado por furtos foi pendurado de cabeça para baixo. Durante a punição, Odin encontrou pedras brilhantes ao fundo de um lago e fugiu. Essas pedras continham desenhos e durante anos o deus que viveu escondido no alto do Rio Reno conseguiu desvendar seus mistérios, escrevendo um significado para cada uma dessas pedras. 
 
Esse oráculo foi usado pelos vikings durante 9 séculos para realizarem previsões sobre algum questionamento sobre a vida. 
 
O Oráculo das Runas da Villa Lagoa das Cores, fica localizado embaixo de uma grande árvore, aonde você pode sentar e se conectar com a energia da natureza que o cerca. Abra a tampa de ardósia, leia as instruções e, em estado de concentração, retire sua Pedra. Veja no livrinho, o significado da Runa que veio até o seu encontro. Silencie e ouça a resposta do oráculo.

Canto de Contemplação

Nessa parte do trajeto, você irá encontrar duas cadeiras de madeiras, embaixo de uma grande árvore que cria uma deliciosa sombra. Outras árvores também cercam o local e seus galhos são cheios de fitas de cetim coloridas.
 
A vista que enriquece o jardim da contemplação é para a Serra da Larguinha, sendo esse o momento de sentar e contemplar a natureza em toda paz e silêncio, ouvindo apenas os sons relaxantes.
 
Lá você pode refletir sobre o resultado da sua runa e deixar emergir aos poucos seu eu interior, observando aonde você está naquele momento da sua jornada.  

Jardim da Paz

Descendo a trilha, você passará por uma depressão no solo; Atenção ao descer e quando subir. 

Logo em seguida chegará num jardim aonde está erguido, em um pilar de madeira, um sino secular próximo a uma árvore com um banco e uma pequena gruta onde fica a imagem de São Francisco e Santa Clara.
 
Toque o sino na intenção da Paz no planeta e, dependendo de quão conectado e silencioso você esteja no local, ao tocar o sino, pode ser que te ouçam da pousada e nos arredores. 
 
Após, sente-se no banco e faça uma oração silenciosa, só não esqueça de agradecer. 

Templo de Meditação Ganesha

Para chegar ao templo, basta subir uma escada de pedras; são 33(idade de Cristo) degraus até o topo. Lá, encontra-se um papel grudado na porta do templo que conta a história de como a dona da pousada iniciou sua conexão espiritual com Ganesha. Ler a história transmite uma energia impressionante, capaz de arrepiar e compartilhar a energia presente naquele local. 
 
Lord Ganesha é um dos deuses mais populares do hinduísmo, filho de Parvati e Shiva. Sua fisionomia tem diversos significados que compõe o equilíbrio perfeito: a grande cabeça de elefante, desproporcional para um corpo de menino indica a capacidade intelectual e a firme dedicação ao estudo das escritura. A barriga grande simboliza a paciência e a capacidade de digerir o bem e o mau ao longo da vida, a única presa representa a ideia dos sacrifícios que devem ser feitos para se atingir a felicidade; o rato aos seus pés é o seu meio de transporte, que também representa a sabedoria, talento e inteligência, no sentido de investigar minuciosamente um assunto considerado difícil. 
 
Retire os sapatos, respire fundo e se entregue ao entrar no templo de Lord Ganesha em uma profunda meditação frente à sua imagem sonorizada pelo mantra descrito como “som primordial” Om.

Labirinto

O Labirinto é uma experiência espiritual profunda, onde andar pelo seu caminho até chegar ao final é uma metáfora para chegar ao nosso próprio centro, ou seja, desenvolvimento espiritual e crescimento interior.
 
Para começar a jornada essa caminhada espiritual, é preciso tocar o sino para comunicar ao universo e as pessoas a sua volta que sua caminhada se iniciou, mas antes de entrar mentalize uma questão de maneira clara, entregue ela ao universo e entre. 
 
Siga o caminho, inicie uma meditação e entregue-se por completo nessa experiência. Respire fundo, liberte-se das expectativas de chegar ao centro, deixe que o caminho te guie até o centro do labirinto de si mesmo e desfrute desta caminhada de autoconhecimento. O objetivo não é responder a questão - isso faz parte do processo - pois para entrar num labirinto é preciso saber onde se quer chegar. 
 
Entre as curvas do labirinto existem flores diferentes que contemplam sua caminhada e ao chegar finalmente no centro, repense na sua questão e então abra o pote de vidro, retire uma carta e obtenha a resposta do universo. Após internalizar, volte pelo mesmo caminho que chegou ali; Renove sua conexão divina e compartilhe a luz. 

Roda de Cura

Tendo como base reunir as pessoas em uma experiência revigorante e espiritual, a Roda de Cura é um espaço sagrado aonde se celebra a busca, através da ligação em grupo, uma medicina de cura espiritual. 
 
Geralmente é formada por pedras, com os 4 Pontos Cardeais demarcados, que captam as energias cósmicas. Essas pedras servem como uma espécie de barreira que bloqueia as energias negativas.   
 
Uma experiência de autoconhecimento coletivo, contato com outros planos astrais e uma maneira saudável de cura do corpo, alma e mente.  

Roda da Fogueira

A roda trata de honrar a sabedoria da Natureza, trabalhando a interação com o elemento fogo, na transmutação e purificação associado ao espírito, a clareza e a iluminação. 
 
As pessoas, portanto, se reúnem no círculo em torno da grande fogueira e, na união do seu Eu com a natureza, buscam a totalidade espiritual dentro de si. 

Casa Flor de Lótus

Uma casa de vivência e retiro espiritual, onde acontecem diversas atividades coletivas para buscar o aperfeiçoamento espiritual de cada um e o equilíbrio do emocional, da mente e do corpo. A energia que emana nessa trajetória, recarrega a luz interior e promove o desenvolvimento humano. 
 
Imergir nessa experiência profunda de autoconhecimento, superando desafios e abrindo a mente para algo completamente novo faz parte da jornada espiritual que se inicia ao final dessa caminhada. Está de coração aberto para saber que a vida deve ser vivida por completo, emitindo sempre aos outros as boas energias e a bondade que existe dentro de si.